O que é a memória cache?

É provável já ter ouvido “isso está em memória cache”, ou simplesmente está em cache, quando fala na memória do equipamento (seja computador, Tablet ou smartphone).

Foto rawpixel.com

Comecemos pelo princípio, o que é a memória cache?

A cache é um processo dinâmico relativo ao processamento ao nível da memória dum equipamento (seja computador, smartphone  ou Tablet). Esta memória dinâmica (utilizada sempre que necessário, pelo dispositivo), permite que as pesquisas e o retorno da informação do que queremos visualizar seja mais rápido, nas “segundas” vezes que seja efectuada a mesma pesquisa ou busca de informação de uma página da web, permitindo desta forma uma melhor performance. Para que se perceba melhor o fundamento da existência desta memória, que tem simplesmente a ver com a gestão e com a eficiência do equipamento e que contribui para uma maior velocidade no acesso à informação e diminuindo a latência.

Poder-se-á dizer então que a memória cache é uma mini-RAM do equipamento.

Esta memória cache é um processo que não tem a interferência do utilizador (é unicamente um processo interno do equipamento). Nós, enquanto utilizadores, podemos é fazer a manutenção e limpeza desta memória. Mais uma vez, pode-se concluir que quanto mais RAM o nosso equipamento tem, mais estes processos se tornam mais eficientes e permitem uma maior velocidade do equipamento.

Este processo de gestão da memória varia de sistema operativo, para sistema operativo e do algoritmo de gestão de memória que foi empregue (depende por isso do processador que o equipamento tem).

Mas vamos à pergunta que talvez seja pertinente fazer: Posso apagar a cache (fazer o seu “clean”)?

Sim pode. Os dados em cache não afectam o equipamento na prática. Apenas lhe permitem ser mais eficiente, nas pesquisas à Web e na busca de informação.

Sabia que os dados em cache e usados pelos aplicativos do telemóvel com o sistema operativo Android (por exemplo), podem ocupar mais de um gigabyte de espaço de armazenamento, retirando capacidade de armazenamento para outras coisas que queira guardar.

Os dados em cache, são essencialmente arquivos que podem ser considerados “lixo” para o utilizador e por isso podem ser excluídos com segurança para libertar espaço de armazenamento. Assim sendo, procure como no seu equipamento pode limpar esta memória de ajuda ao processamento, já que a limpeza da cache varia de equipamento, para equipamento e pode ocupar alguns gigabytes de informação que só serve para que o seu equipamento se torne mais rápido (talvez uns meros milionésimos de segundo).

Para tornar esse processo da limpeza da cache mais eficaz e simples, instale uma “App” de gestão de memória  como o CClenar (gratuita na sua versão mais simples) e terá a opção de apagar/limpar a memória cache. Neste caso, pode executar a limpeza da memória cache para remover esse dados arquivados. No entanto, existe cache que pode estar associada a alguns aplicativos como o Facebook (por exemplo) e aí terá que procurar como apagar a cache ao nível do aplicativo, no caso de estar alojado num equipamento Android, deverá ir às definições de equipamento, aplicações instaladas, armazenamento e limpar a cache.

Exemplo de um écran de gestão de memória

Resumindo: Há uma série de lixo que vai ficando no seu equipamento, sempre que acede à Internet, nomeadamente a cache, os cookies, o histórico dos locais que pesquisou e as passwords que ficam guardadas (se essa for a sua opção). Por isso, faz parte de uma “manutenção” ao equipamento, de vez em quando “limpar” estes pedaços de informação que vão ficando a “perturbar” o bom funcionamento do equipamento e a que podemos chamar de “lixo”.

Foto rawpixel

Vantagens: A memória cache minimiza o tráfego de rede melhorando o desempenho na velocidade no carregamento da informação da página, libertando o “navegador” para outras tarefas (como o carregamento de software base dos aplicativos, quer ao nível do sistema operativo, quer no software JavaScript por exemplo), reduzindo dessa forma os tempos de latência, há estudos que verificaram que cerca de 51% dos utilizadores que ao aguardar mais de 2 segundos no carregamento de uma página num site de compras on line  (WebCommerce), simplesmente desistem e abandonam o site sem realizar a compra.

Desvantagens: Se a informação que está a pesquisar está em cache (porque já anteriormente acedeu a essa página), então caso existam alterações (ao nível da estrutura de rede, estas não irão ser carregadas novamente). Ou seja, pode estar a ver uma página que está em cache e que entretanto alterou o seu URL e não está a visualizar a informação actual.

Na minha opinião, deve fazer um refresh na memória (reiniciar o equipamento) e fazer uma operação de limpeza da cache, nem que seja uma vez de 3 em 3 meses.



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.